Pular para o conteúdo principal

Rosivaldo Cordeiro e Luciano Brasil fazem show no Caboclo Culinária Amazônica



Foto/Divulgação: Diego Araújo
De passagem por Manaus o instrumentista e produtor musical Rosivaldo Cordeiro faz apresentação juntamente com o músico Luciano Brasil. O show acontece neste sábado (27), no Caboclo Culinária Amazônica (Av. Santos Dumont, 2220, Tarumã – ao lado do Posto Equador do Aeroporto Eduardo Gomes). O show inicia às 22 horas e no repertorio, eles percorreram as afinidades e influências dos dois artistas de forma intimista.

A apresentação faz parte do projeto ‘Caboclo Musical’, que acontece sempre com uma atração musical de qualidade. Nesta noite, serão vendidas mesas ao custo de R$ 100 (mesa para quatro lugares).
Para quem não conhece, Luciano Brasil é amazonense de família tradicionalmente formada por reconhecidos músicos da cidade de Parintins. Ele se dedica a música há 12 anos. Ele é um dos responsáveis pela monitoria de canto e coral do projeto “Mais Educação”, do Governo Federal.
Também integrou como cantor a Orquestra Oficial de Manaus e a Big Manaus Band. Luciano teve a oportunidade de se aperfeiçoar profissionalmente com a maestrina Natalia Sakouro e o com o vocal coach Juremir Vieira, onde fez parte do Madrigal da Casa de Música Ivete Ibiapina e também do grupo vocal dos Corpos Artísticos do Amazonas, que atualmente chama-se Grupo Vocal do Coral do Amazonas.
No ano passado, integrou o grupo Imbaúba. Também retornou ao Boi Caprichoso, como artista oficial da Agremiação.

*Multi-Instrumentista*
Compositor, arranjador e produtor musical, Rosivaldo Cordeiro é líder do grupo de choro “Jacobiando” e também é representante do Instituto Jacob do Bandolim do Rio de Janeiro no Amazonas e na França.
Implementou no ano de 2005 o primeiro curso público de choro do país, no Liceu de Artes e Oficio Claudio Santoro, onde mais de 150 alunos participaram dos cursos de cavaquinho, violão seis cordas, violão sete cordas, pandeiro, bandolim e práticas de regional de grupo de choro.
Fez parte da Banda “Carrapicho” passando uma temporada. Atualmente reside em Paris, com título de séjour de "Talent et renommé international", que realiza a conexão multicultural entre a Amazônia e a França. Seu último álbum, intitulado “Guitarreiro”, faz o resgate dos mestres da “Guitarrada Amazonense”.

*SERVIÇO*
Rosivaldo Cordeiro e Luciano Brasil em “Caminhos de Água”
Quando: 27 de maio, sábado, às 22h.
Onde: Caboclo Culinária Amazônica (Av. Santos Dumont, 2220, Tarumã – ao lado do Posto Equador do Aeroporto Eduardo Gomes
Quanto: R$ 80 (mesa para quatro lugares).
Informações e reservas:

*Sobre o Caboclo – Culinária Amazônica*
Nas proximidades do Aeroporto Eduardo Gomes está localizado o restaurante ‘Caboclo – Culinária Amazônica’ que oferece uma experiência gastronômica totalmente voltada aos sabores da região. A proposta é esta mesma: surpreender, atrair e encantar os admiradores da boa mesa com produtos idealizados a partir do sabor da Amazônia!
Discreto por fora, por dentro o restaurante reserva um espaço especialmente decorado, aconchegante e confortável. Com som ambiente e iluminação adequada, Caboclo – Culinária Amazônica proporciona bem estar para dividir ótimos momentos com amigos e familiares. E as sextas-feiras o projeto ‘Caboclo Musical’ coloca em evidência os maiores cantores e músicos do Amazonas.
Além das opções gastronômicas, o restaurante oferece uma seleção especial de bebidas, entre drinks e bebidas em geral.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Coluna Babados & Rumores

Transporte público: Ilusão X Realidade
Todos os dias nos deparamos com inúmeros trabalhadores, estudantes e profissionais que todos os dias saem de suas casas para resolver determinados assuntos e manter seu cotidiano diário de ir ao trabalho, a isso chamamos ‘Lei de ir e vir’ que deveria ser oferecida pelo município, ou seja, pela Prefeitura e em alguns estados subsidiada pelo Governo do Estado. Mas, infelizmente em nosso município isso não acontece, não temos um serviço de qualidade, padecemos de administração e fiscalização sobre o transporte precário público. Nos últimos dias vivenciamos alguns ‘Protestos’ e até o recolhimento de toda a frota deixando os usuários a mercê da própria sorte. Isso nos mostra o reflexo de administrações passadas que hoje estoura como se fossemos uma bomba. Não suportamos mais, viver como retirantes do sertão que andam nas boleias de caminhões em transportes clandestinos para chegar até a roça. Precisamos de mais respeito, pagamos nossos impostos e exigi…

COLUNA - BABADOS E RUMORES

RUMORES 
Depois do primeiro dia do mês de Janeiro iniciar co muita sangria na capital, tudo culpa de presos que se rebelaram. Causando transtorno e medo para a população, Governador, Secretário de Segurança e Ministro da Justiça se pronunciam e falam a mesma coisa, ninguém entende nada. Minha opinião falar é fácil, difícil é fazer. Cheios de blá, blá e nada será feito. Daqui a pouco todo esquece e vamos viver como se nada tivesse acontecido.  

Só lembro uma coisa, logo, logo tem eleição. Me pergunto será que as pessoas vão lembrar o que aconteceu nesse governo tão desastroso e desequilibrado. 

(AUTÊNTICA) Coluna Babados & Rumores Por Mairkon Castro

SUPERIORIDADE NA IMPRENSA  Na imprensa atual você só é superior se de fato for jornalista de direito, formado e aperfeiçoado com especializações que enriquecem a área. O livre arbítrio que lhe dá direito a ter um veículo de comunicação seja ele escrito, web, rádio ou transmissão ao vivo, não dá direito a ninguém ser superior a qualquer pessoa. A superioridade na linguagem popular se torna a expressão chula ‘A última bolacha do pacote’ ter algumas curtidas ou alguns seguidores que são conquistados por contatos diretos e muitas vezes semeados por um trabalho ou contatos que chamamos na linguagem técnica de ‘Networking’ com pessoas de todas a índoles, não nos dá direito de sair pisando nas pessoas. Infelizmente depositamos esperanças nas pessoas erradas e nos momentos impróprios. O que vale é a experiência e a convivência com as pessoas é o que importa. A consequência dessas relações nos acarreta a comentários de baixo escalão e expressões ruins.  #vamosrespeitar #vamosterintegridade #vam…